Especialista faz alerta sobre as consequências de alongamento e massagem de forma inadequada.

SÃO PAULO – Práticas comuns como o “estalar pescoço”, fazer alongamentos, manipulações na coluna e até uma massagem realizada de forma inadequada podem ter consequências graves para a saúde. Embora seja uma recomendação bastante comum para quem deseja aliviar a tensão e dores em algumas regiões do corpo, se a massagem for feita de forma inadequada, pode provocar desde leves lesões nos músculos e articulações, até um acidente vascular cerebral (AVC).

O fisioterapeuta e phD em Neuroanatomia, Mario Sabha, explica que a região do pescoço possui diversas estruturas delicadas, como vasos sanguíneos e inervação íntima ao redor das articulações, assim qualquer micromovimento ósseo e articular pode causar compressão ou rompimento, resultando em um AVC e até na morte do paciente por conta da diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro.

O phD, Dr Sabha alerta que as pessoas não devem adotar exercícios, massagens e alongamentos que não tenham sido prescritos ou não sejam realizados por profissionais especializados. “Para manipular o pescoço é preciso saber em que posição a vértebra está e fazer os alinhamentos necessários. Os especialistas convencionais, por exemplo, estudam lesões mais evidentes que podem ser percebidas por exames, mas as “microcompressões” nervosas não são mostradas em ressonâncias magnéticas, ultrassons ou radiografias. O osteopata consegue identificar essas lesões por meio de testes muito específicos na clínica”, completa.

Leia a reportagem completa na íntegra: https://imirante.com/brasil/noticias/2020/12/01/estalar-o-pescoco-e-massagem-incorreta-podem-causar-avc.shtml